O que são dermocosméticos e por que podem transformar sua rotina de cuidados com a pele?

o que são dermocosméticos
Tempo de leitura: 7 Minutos

Se você já se viu perdida nos corredores cheios de produtos ou nos sites com muitas opções, calma. Você não está sozinha. É normal surgirem dúvidas quando o assunto são dermocosméticos e cosméticos. 

Afinal, existe diferença entre eles?

Antes de mais nada, saiba que eles não são iguais. Os dermocosméticos são compostos por substâncias que possuem comprovação científica que funcionam e desenvolvidos por especialistas que entendem tudo sobre a pele em suas diferentes camadas. 

Já os cosméticos, agem como soluções momentâneas de embelezamento. Eles vão resolver um problema naquele instante, gerando o “efeito Cinderela”, ou seja, não agem diretamente nas camadas mais profundas da pele.

Mas, não se preocupe, para acabar com esses seus questionamentos nós preparamos um artigo completinho. Vamos explicar o que eles são, principais benefícios e porque os dermocosméticos devem fazer parte da sua listinha de desejos! 

Ah e não se preocupe, eles estão ao seu alcance! Vem com a gente para descobrir!

O que são dermocosméticos e qual a diferença de cosméticos?

Os dermocosméticos são produtos que cuidam da saúde e beleza da pele. Eles são cientificamente testados e aprovados. Ou seja, as fórmulas desses itens possuem ativos que comprovam a eficácia no tratamento de questões, como textura, hidratação, oleosidade e envelhecimento precoce.

Agora, se você acha que, por isso, os dermocosméticos são de difícil acesso, pode ficar tranquila, que existem muitos produtinhos disponíveis no mercado com ótimos preços.

Quando falamos sobre a diferença entre dermocosméticos e cosméticos, o principal ponto é a base científica por trás do desenvolvimento dos produtos. 

Os cosméticos comuns, muitas vezes, oferecem o “efeito Cinderela” e nem sempre possuem os ativos com comprovação de eficácia. Na prática, significa que ele resolve certa insatisfação por um tempo determinado, mas não age na raiz do problema, apenas mascara os sinais.

Não é por isso que você deve abrir mão de todos os cosméticos correndo! Eles podem, sim, ser úteis, especialmente quando aliados aos dermocosméticos! Vamos entender melhor ao longo deste guia!

O que a ANVISA diz sobre os dermocosméticos?

A ANVISA, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, é o órgão responsável por liberar (ou não) os produtos vendidos no país. É ela que diz se aquele item é seguro para quem o usa. Não só para produtos de pele, mas para tudo vendido. 

Quando falamos de cosméticos e dermocosméticos, é importante dizer que a Agência não reconhece essa diferenciação. Para ela, há apenas a separação entre produtos cosméticos e medicamentos, mas não para por aí. 

Os cosméticos — como a ANVISA classifica — podem ser separados em dois grupos. É neste momento que tem o “pulo do gato” dos dermocosméticos. Vamos entender melhor:

Grau 1:

Essa é a categoria inicial. Neste caso, entram produtos que não possuem promessa de eficácia. Ou seja, eles não precisam apresentar testes de eficácia ou comprovar que atingem determinado resultado. Além disso, também não possuem restrições ou detalhamento de uso.

Por exemplo, um sabonete facial comum, possui classe de risco grau 1.

Grau 2:

Já quando falamos do segundo grau, estamos falando de produtos que prometem atingir um determinado resultado. Ou seja, há uma eficácia a ser comprovada. Para isso, é preciso apresentar estudos e testagens que comprovam aquilo que está sendo dito.

Por exemplo, um sabonete facial que promete redução da oleosidade da pele, possui grau 2. E, para ser aprovado pela ANVISA, é necessário apresentar a comprovação dessa promessa. São esses que recebem a denominação de dermocosméticos.

Portanto, os dermocosméticos que estão classificados em grau 2 precisam de uma certificação ainda mais rigorosa. Outros exemplos que podemos incluir aqui são: filtros solares, repelentes de insetos, produtos para crianças e bebês, desodorantes antitranspirantes, etc.

Quais os tipos de dermocosméticos?

Bom, até aqui falamos de alguns pontos técnicos essenciais para que você entenda a diferença entre dermocosméticos e cosméticos. Mas, agora, é hora de saber como levar esses itens super poderosos para o seu dia a dia.

Lembrando que os dermocosméticos possuem ativos cientificamente comprovados no combate a diferentes problemas. 

Por isso, eles podem ser divididos justamente pela solução que oferecem e a etapa de uso, como limpeza, tonificação, tratamento, hidratação e proteção solar. Alguns exemplos que podem ser encontrados, são:

Quais os benefícios dos dermocosméticos?

Como já adiantamos, os dermocosméticos são cientificamente comprovados. Portanto, o primeiro e principal benefício dessa categoria de produtos é cuidar da sua pele de forma profunda, chegando à raiz do problema.

Quando você opta por um dermocosmético com Vitamina C, por exemplo, leva para sua pele um poderoso antioxidante, que regula a produção de colágeno, combatendo os sinais do envelhecimento. 

Inclusive, aqui na Agradal temos um Kit Completo Natural C com dermocosméticos indispensáveis à sua rotina de skincare.

Além da vitamina, ainda são encontrados outros ativos naturais poderosos para cuidar da sua pele, como Niacinamida e Extrato de Acerola.

Agora se sua busca envolve produtos específicos para pele oleosa ou com tendência a acne, o Kit Completo Anti-Imperfeições Bio Control traz soluções incríveis. Com Ácido Salicílico, Niacinamida e Melaleuca, você terá uma experiência intensa para revelar sua beleza natural.

De forma geral, o grande benefício dos dermocosméticos é a eficácia. Com fórmulas desenvolvidas por especialistas, eles são pensados para tratar as camadas mais profundas da pele. E por serem testados e se provados eficazes, vão cuidar não só da beleza, mas da saúde da pele.

Conclusão + FAQs

Os dermocosméticos são produtos desenvolvidos por especialistas e possuem comprovação científica da sua eficácia. Eles são perfeitos para tratar problemas de pele.

Já os cosméticos não passam por esse processo de testagem, por isso, não podem prometer resultados e, muitas vezes, agem apenas nas camadas superficiais. Na prática, eles ajudam a mascarar alguns sinais, mas não resolvem.

Se você sempre teve essa dúvida ao escolher itens para skincare, agora sabe! Dê preferência aos dermocosméticos como os da Agradal. Acesse nossa loja e conheça todas as linhas disponíveis.

Está na hora de você elevar os cuidados com sua pele, renovar o amor-próprio, o autocuidado e a beleza natural!

@agradal

Descubra o poder da Agradal: skincare sustentável e acessível para transformar sua rotina e sua pele. 💚✨

♬ som original – Agradal Skincare

E, caso ainda tenha dúvidas, vamos ver algumas perguntas frequentes e as respostas:

Os dermocosméticos são adequados para todos os tipos de pele?

Os dermocosméticos podem ser desenvolvidos com características específicas para cada tipo de pele. Portanto, antes de escolher o produto, tenha certeza que ele foi pensado para o que você precisa. Caso tenha alguma dúvida, o mais indicado é procurar um especialista para definir o tratamento adequado.

Quais ingredientes devo evitar em dermocosméticos se tiver pele sensível?

Como falamos acima, é preciso conhecer seu tipo de pele antes de escolher o dermocosmético. No caso de pele sensível, alguns ácidos podem irritá-la e não são indicados. Para ter certeza da compatibilidade, faça um teste de patch, ou seja, um teste de contato.

Além disso, é importante que você tenha acompanhamento de um dermatologista. O profissional vai te ajudar a entender quais as melhores substâncias para sua pele e quais evitar.

Existe um período específico para ver resultados usando dermocosméticos?

Como reforçamos ao longo do texto, os dermocosméticos agem em camadas mais profundas da pele. Por isso, pode ser que alguns resultados só aparecem após algum tempo de aplicação. O mais importante é que você não desista! A consistência é essencial para a eficácia. 

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Produtos relacionados

Veja também

Pés macios e revitalizados: experimente nosso creme para os pés!

Skin Cycling: a revolução na rotina de skincare que você precisa conhecer

Sono da beleza: como uma boa noite de sono pode transformar sua aparência

Seu cadastro foi realizado!

A partir de agora você receberá por e-mail todas as nossas dicas de skincare e conteúdos sobre beleza.